Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Saiba tudo sobre as novas drogas antiobesidade

O arsenal de armas contra os quilos a mais só cresce. E sua eficácia também. Veja como agem as drogas, quem deve usá-las, quais as reações adversas e contraindicações.

Por Redação M de Mulher Atualizado em 27 out 2016, 21h18 - Publicado em 16 dez 2012, 22h00
Saiba tudo sobre as novas drogas antiobesidade

Novos medicamentos chegam com tudo no mercado; conheça cada um deles!
Foto: ThinkStock

Dois novos medicamentos contra o peso extra foram aprovados pela FDA, agência que regulamenta remédios nos Estados Unidos. Pelo menos um deles, o lorcaserin, deve chegar ao Brasil em aproximadamente dois anos. ¿Quanto mais opções disponíveis no mercado, maior a chance de as pessoas encontrarem um tipo de tratamento ao qual se adaptem¿, opina o endocrinologista Bruno Halpern, da Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica.

Lorcaserin

Onde foi liberado – Estados Unidos

Continua após a publicidade

Como age – Induz a saciedade. O ideal é comer pouco para aproveitar esse efeito

Quem deve usar – Aqueles que têm fome o dia todo

Reações adversas – Dor de cabeça, tontura, enjoo e constipação

Dosagem – A princípio é indicado o uso de um comprimido por dia

Contraindicações – Não tem restrições severas. Seu uso é liberado para diabéticos e pessoas com pressão alta

Perda de peso – Entre 5 e 10%

Topiramato e fentermina

Onde foi liberado – Estados Unidos

Continua após a publicidade

Como age – Inibe o apetite, funciona como estimulante e diminui a ansiedade

Quem deve usar – Pessoas que comem por impulso e sem controle

Reações adversas – Insônia ou sonolência e baixa disposição

Dosagem – Dependendo do objetivo, pode ser receitado mais de uma vez ao dia

Contraindicações – Aqueles com risco de doenças cardiovasculares não devem apelar para o medicamento

Perda de peso – Até 9%

Sibutramina

Onde foi liberado – Brasil

Como age – Aumenta a saciedade. Funciona melhor quando se ingerem porções menores

Quem deve usar – Quem exagera para valer nas garfadas

Reações adversas – Aumento da pressão e da frequência cardíaca

Dosagem – A Anvisa determina o uso de apenas uma pílula diária

Contraindicações – Diabéticos precisam ficar atentos. Quem tem problema no coração também

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação confiável salva vidas. Assine Veja Saúde e continue lendo.

Impressa + Digital

Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao site da Veja Saúde, diariamente atualizado.

Blogs de médicos e especialistas.

Receba mensalmente Veja Saúde impressa mais acesso imediato às edições digitais no App, para celular e tablet.

a partir de R$ 14,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao site da Veja Saúde, diariamente atualizado.

Blogs de médicos e especialistas.

Acesso imediato ao app da Veja Saúde, com as edições digitais, para celular e tablet.

a partir de R$ 9,90/mês