saudeLOGO Created with Sketch.

Quando matricular o filho no curso de inglês?

As crianças começam a estudar inglês cada vez mais cedo. E os especialistas em desenvolvimento infantil não torcem mais o nariz. Mas advertem: esse aprendizado deve ser natural e divertido

Antes de mais nada, as aulas de inglês devem ser prazerosas
Foto: Getty Images

Elas ainda balbuciam as primeiras frases em português, mas no seu vocabulário não faltam expressões como “Big Mac”, “Cartoon Network”, “Shopping Center”, “PowerPuff Girls” e “Dragon Ball Z”. No mundo globalizado virou rotina ouvir a criançada falar palavras inglesas com naturalidade. Atentos ao fenômeno, os pais matriculam os filhos em cursos desse idioma cada vez mais cedo. Os especialistas já não condenam esse aprendizado precoce, mas são categóricos em afirmar que ele deve ocorrer da forma mais lúdica possível.

Falar outra língua desde cedo não prejudica o desenvolvimento

“Eu não quero que meu filho tenha tanta dificuldade para aprender inglês como eu enfrentei.” A frase é repetida em coro pelos pais para justificar a estreia precoce dos pequenos na língua inglesa. A preocupação não é descabida. Para o neurologista Luís Celso Vilanova, quanto mais cedo alguém começar o aprendizado, melhor será o aproveitamento. “Nós nascemos com uma capacidade enorme de identificar sons. Se não somos expostos a alguns deles nos primeiros anos de vida, a tendência é descartá-los”, explica. “Por isso, é bom que a criança tenha chance de escutar outro idioma o mais rápido possível. Ao ouvir aquelas palavras, ela naturalmente vai aprendê-las.”

Os especialistas fazem, porém, um alerta. Na fase em que está aprendendo a ler e a escrever em português, a criança não deve entrar em contato com a escrita em outro idioma. Isso não significa que as lições na língua estrangeira estejam vetadas.
 

Com a mente aberta para sons

Por que os pequenos aprendem línguas com maior facilidade

· No cérebro, o lobo temporal decodifica os sons e o frontal cuida de sua emissão. Até os 12 anos essas áreas ainda estão em formação.

· Portanto, é o período ideal para estímulos. Quando ocorrem, aumentam as conexões entre os neurônios. E aí melhora a capacidade de a criança reter fonemas e articular palavras estranhas.
Estudos indicam que o aprendizado de línguas é mais rico antes dos 12 anos
 

O que levar em conta na hora da matrícula
 

Antes de mais nada, as aulas devem ser prazerosas. “O processo de aprendizagem nessa fase da infância precisa ser interativo e leve”, opina Heloísa Muniz Velanga, assessora de inglês. E, para prender a atenção dessa turminha, é importante que o colégio ou o curso de inglês lance mão de recursos como pintura, música, computação, vídeos, jogos e sessões de teatro. E, se você optar por uma escola bilíngue, certifique-se de que ali as crianças não vão correr o risco de perder o contato com a cultura e as tradições brasileiras.
 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s