saudeLOGO Created with Sketch.

Otite em cães: saiba mais sobre esta doença

Seu cão insiste em balançar a cabeça, esfregar as patas no ouvido ou, ainda, choramingar por qualquer bobagem? Tudo isso pode ser sinal de otite

Otite em cães: saiba mais sobre esta doença

Proteja as orelhas do cachorro no banho e feche as janelas do carro na hora do passeio
Foto: Getty Images

 

Ninguém dá muita bola quando o cachorro coloca a cabeça para fora do carro durante o passeio – afinal, ele parece tão feliz pegando um ventinho… Nem liga muito se, no calor do verão, ele se molha e fica com a pelagem da cabeça úmida – ora, parece estar apenas se refrescando. Mas hábitos assim podem ser o empurrãozinho para a otite, a inflamação de ouvido que, se não for bem tratada, pode levar a uma meningite ou a uma infecção generalizada.

A ventania nas orelhas costuma levar sujeira para o canal auditivo. Já a umidade favorece a multiplicação de fungos, bactérias e ácaros, que, então, povoam toda a cavidade auricular. “O excesso de banhos no calor também tira a proteção do ouvido do bicho, que é a cera. Ela amolece e escorre, escapando demais. Isso o deixa sensível”, explica o veterinário Enio Eduardo Bovino.

Limpeza de menos ou feita do jeito errado também não é nada bom. A pior coisa é quando o dono se mete a resolver a situação por conta própria e, sem querer, empurra a cera de vez para dentro. “Só o veterinário sabe como limpar os ouvidos do cão corretamente”, diz Bovino. “Esse é mais um motivo para não perder a consulta periódica.”

Quando surgem os sintomas da otite, é comum o dono também não ligar muito. O cachorro se coça e parece fazer gracinha. Ou chora como se estivesse de manha. É preciso prestar atenção, especialmente quando a raça é mais suscetível ao problema. “Cães com orelhas caídas têm mais tendência a otite por causa da cavidade que fica naturalmente abafada”, explica o veterinário Mário Marcondes, de São Paulo.

O melhor é sempre prevenir. Nesse sentido, proteger as orelhas do cachorro no banho e fechar as janelas do carro na hora do passeio são ótimas medidas. Também escovar a pelagem das orelhas todo dia – para varrer literalmente a sujeira que ficou ali. “Esse hábito, além de ajudar na circulação, arranca os pelos mortos que trazem o mau cheiro”, orienta a veterinária Cintya Brillante, de Minas Gerais.
 

Fique alerta
 

Tudo isso pode indicar que o seu cão está com problemas de ouvido:
 

· Mau cheiro, provocado inclusive pela descamação do canal auditivo.

· Coloração da cera, que fica quase negra.

· Secreção auricular amarelada e fedorenta.

· Pele mais avermelhada que o normal dentro das orelhas.

· O cachorro chora por qualquer coisa e vive balançando a cabeça.

· Coça as orelhas sem parar.
 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s