saudeLOGO Created with Sketch.

O que acontece se as taxas de colesterol saem do controle?

As consequências vão além de panes no coração

Quando o LDL, proteína que carrega o colesterol e se deposita nas artérias, está alto demais, o HDL (que faz uma faxina dos vasos), não consegue trabalhar direito Daí os perigos são muitos. O colesterol circula por diferentes lugares no corpo, como deve ser. Se tudo anda bem, ele faz um trabalho exemplar. Mas, se há um desequilíbrio das taxas, esse livre acesso vira um problemão, porque causa encrencas de cima a baixo.

Não é da noite para o dia que os níveis altos dessa partícula mostram seu poder de destruição. Pode demorar um tempão, décadas, até que o acúmulo de placas no sangue, a aterosclerose, provoque seu estrago mais conhecido: infarto no coração. Como no mundo inteiro as pessoas estão vivendo mais, é natural que essas panes estejam na ponta da língua quando se pergunta sobre os malefícios do colesterol nas alturas. Mas há mais. As articulações também sofrem. Associado à obesidade, o excesso de colesterol ataca as juntas, elevando o risco de osteoartrite, uma inflamação capaz de levar a perda de movimento e deformações. Ainda nesse departamento, a gordura estimula o inchaço e as dores das crises de gota, especialmente no dedão do pé.