saudeLOGO Created with Sketch.

Micose pega mais gente do que se pensava

Veja os resultados da primeira pesquisa epidemiológica sobre o problema conduzida no Brasil

O Observatório Nacional de Onimicose, estudo inédito sobre micose de unha no Brasil, levou em conta informações sobre 7 852 pessoas atendidas em consultórios. O levantamento mostrou, então, que quase três em cada dez indivíduos avaliados (28,3%) portavam a encrenca em unhas das mãos ou dos pés. A incidência entre os sexos não foi muito diferente: 29% das mulheres investigadas possuíam micose, enquanto nos homens a taxa foi de 26%.

Veja também

A possibilidade de sujeitos acima de 60 anos terem o problema é oito vezes maior em comparação com o público jovem. A pesquisa ainda revelou que mais da metade dos diabéticos sofria com essa condição. Outro dado interessante é que muitas pessoas com micose (43,1%) disseram ter parentes convivendo com o mesmo problema. Mais um achado curioso: 63,4% dos casos de micose de unha nos pés atingia apenas o dedão e 43,4% dos casos de micose de unha nas mãos se davam no polegar.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s