saudeLOGO Created with Sketch.

Google cria mapa das procuras sobre o zika vírus na internet

Gigante de tecnologia mostra como o interesse pela infecção cresceu de forma impressionante nos últimos meses

O Google anunciou uma série de medidas para ajudar a combater o zika vírus em todo o mundo. Além de aporte financeiro, a companhia pretende trabalhar a informação em suas plataformas, por meio de mapas e quadros. A doença, transmitida por meio de picadas do mosquito Aedes aegypti, foi considerada recentemente uma emergência de saúde pública pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

A empresa vai doar 4 milhões de reais ao Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), que serão prioritariamente investidos no Brasil, país mais afetado pelo zika e pela microcefalia, condição provocada pelo vírus e marcada por distúrbios no desenvolvimento do crânio de bebês durante a gestação. O último boletim do Ministério da Saúde já conta 641 casos confirmados de microcefalia e 4 222 sob investigação. Cientistas do mundo todo trabalham atualmente no desenvolvimento de uma vacina capaz de neutralizar a ameaça do zika.

Leia mais: Cientistas acham zika ativo na saliva

A busca por notícias e informações sobre o zika no Google também ficará mais completa: eles disponibilizarão quadros com informações detalhadas sobre o problema. O formato estará disponível em 16 línguas e poderá ser acessado em 50 países diferentes. O conteúdo que aparecerá nas pesquisas realizadas no Brasil conta com validação da equipe médica do Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo.

Os profissionais da empresa de tecnologia também montaram um mapa-múndi, que mostra como o interesse pelo zika aumentou nos últimos meses. De novembro de 2015 a janeiro de 2016, a quantidade de buscas sobre o assunto na plataforma subiu 3 000%. Veja, abaixo, como as manchas azuis (que sinalizam o número de pesquisas sobre o zika) explodiram, especialmente nas Américas e na Europa:

 

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s