Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Férias: cosméticos para levar no nécessaire de viagem

Não importa se você vai para a praia ou para a montanha. O frio e o calor intensos pedem cuidados com a pele e o cabelo que vão além do filtro solar

Por Maria Tereza Santos Atualizado em 18 dez 2018, 19h04 - Publicado em 17 dez 2018, 14h45

Apesar das férias servirem como um descanso para a mente, a pele e o cabelo podem ficar bem estressados nesse momento. Quando viajamos para lugares com um clima diferente, eles nem sempre reagem às mudanças de temperatura da melhor maneira. Mas, com um nécessaire forrado de certos cosméticos, dá para evitar essa tensão (e o frizz, a oleasidade etc).

E não é só de protetor solar que estamos falando. Será que é necessário comprar novos cosméticos para cabelo se você for à praia? Qual a melhor versão dos filtros solares? É preciso tomar alguma precaução se for viajar para um lugar frio? Para responder essa e outras dúvidas, SAÚDE conversou com o médico Murilo Drummond, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), do Rio de Janeiro.

O nécessaire ideal de quem vai à praia

Se o protetor solar é indispensável mesmo quando estamos vestidos e passando mais tempo debaixo de um teto, imagine naquele merecido descanso no litoral. No entanto, talvez a versão que você use no dia a dia não se adapte tão bem ao clima mais quente, que favorece a oleosidade.

“Por isso, o ideal é aplicar um filtro solar com toque seco ou em spray. Eles ajudam a evitar acne. Além disso, escorrem menos para os olhos”, orienta Drummond.

Segundo o dermatologista, também é interessante verificar no rótulo se o item contém hidratantes e antioxidantes. “Aí, ao mesmo tempo em que defende dos males do sol, ele cuida da derme”, explica.

No pós-sol, é sempre bom ter uma loção para o seu tipo de pele. Drummond também indica, nos horários de pico de calor, o uso da chamada “água dermatológica” – uma espécie de água termal potencializada com hidratantes e sais minerais.

A boca também pede proteção especial para afastar queimaduras e até outras complicações. “O câncer de lábio é muito perigoso”, alerta o dermatologista. Não deixe de comprar hidratantes específicos para essa parte do corpo.

Também fique de olho nas madeixas. “A água salgada e o sol agridem o couro cabeludo e os fios, deixando-os quebradiços e propensos à queda”, afirma Drummond. Para evitar essas chateações, ele recomenda o uso de super ampolas, um produto que repara e protege os cabelos: “Use duas vezes por semana no lugar do condicionador”.

Continua após a publicidade

Ah, e não se preocupe em renovar todos os produtos capilares apenas para as férias. “Mantenha os cosméticos com os quais já está acostumado”, sugere o membro da SBD.

Um recado especial para os homens: vocês podem seguir a mesma rotina de cuidado com os pelos do rosto. Lembrem-se apenas de aplicar loções pós-barba para evitar foliculite, um problema comum no verão que ocasiona coceira e vermelhidão.

No mais, abuse de viseiras, bonés, chapéus e óculos escuros para guardar a saúde não apenas da pele, mas a dos olhos também.

O que não pode faltar na mala de quem vai passar frio nas férias

Mesmo se você optou por viajar para um recanto gelado nas montanhas, valorize o filtro solar. Principalmente se tiver neve, já que ela reflete a luz do sol e queima a derme de maneira igual.

“A atenção com a pele precisa ser a mesma. E a proteção do lábio redobra”, aponta o especialista. Nesse caso, a versão em creme do filtro solar é mais adequada para impedir a desidratação.

No frio, nossa tendência é tomar banho quente. O problema é que isso resseca a cútis e os cabelos, que ficam frágeis e suscetíveis ao frizz. Por isso, leve um hidratante corporal e um bom condicionador, além de dar preferência para a água morna no chuveiro.

Fique atento ao seu tipo de pele

Uma dica para não errar na compra dos cosméticos é prestar atenção em sua cor e seu nível de oleosidade. Exemplo: quem tem a pele mais seca se dá bem com produtos em creme, enquanto as oleosas ficam melhor com as versões em spray ou gel.

Esse ponto, claro, também vale na hora de escolher o fator de proteção solar (FPS) do filtro. “Para quem tem a pele mais escura, o ideal é usar um com, no mínimo, FPS 30. Já para os indivíduos mais claros, FPS 50”, conclui Drummond.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação confiável salva vidas. Assine Veja Saúde e continue lendo.

Impressa + Digital

Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao site da Veja Saúde, diariamente atualizado.

Blogs de médicos e especialistas.

Receba mensalmente Veja Saúde impressa mais acesso imediato às edições digitais no App, para celular e tablet.

a partir de R$ 14,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao site da Veja Saúde, diariamente atualizado.

Blogs de médicos e especialistas.

Acesso imediato ao app da Veja Saúde, com as edições digitais, para celular e tablet.

a partir de R$ 9,90/mês