Clique e assine VEJA SAÚDE por R$ 6,90/mês

Esperança para os rins dos bichos

Brasileiros estão perto de criar um teste que flagra os primeiros danos renais em cães e gatos

Por Thiago Nepomuceno - Atualizado em 3 nov 2016, 13h26 - Publicado em 21 out 2016, 14h36

Assim como nos humanos, a idade traz desafios para a saúde dos animais. Uma das principais ameaças é a doença renal crônica – os rins começam a perder sua função até que, uma hora, praticamente param de filtrar substâncias tóxicas. A questão é que hoje só se pega o problema quando ele avançou bastante. Eis que surge uma promessa no horizonte: Fernanda Chicharo Chacar, doutoranda da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo, identificou uma proteína no xixi dos cães capaz de indicar lesões renais em estágio inicial. Ou seja, um simples exame de urina apontaria os primeiros passos do transtorno.

“O diagnóstico precoce contribui para o controle do quadro. E os animais podem ser acompanhados antes mesmo do surgimento dos sintomas”, revela. Aliás, especula-se que o método também seja útil aos gatos.”A técnica não está disponível, mas, com ajustes e novos estudos, talvez vire uma possibilidade futura na prática clínica”, diz Fernanda.

Leia também: Obesidade, um problemão entre cães e gatos
Fatores de risco

– Idade

– Deficiência congênita

Continua após a publicidade

– Uso de remédios tóxicos aos rins, como anti- -inflamatórios

Sintomas

– Sede excessiva

– Aumento da quantidade de urina

Continua após a publicidade

– Vômito

– Falta de apetite

– Diarreia

– Perda de peso sem motivo aparente

Continua após a publicidade

Leia também: Bicho também tem depressão

Prevenção e tratamento

– Mantenha o animal hidratado

– Evite dar remédios ao bicho sem orientação

Continua após a publicidade

– Consulte periodicamente o veterinário

Publicidade