Clique e assine VEJA SAÚDE por R$ 6,90/mês

Qual a diferença entre comprimidos, drágeas e cápsulas?

O formato dos medicamentos é definido pelas interações que eles têm com o organismo. Entenda

Por André Biernath - Atualizado em 9 Jan 2018, 16h47 - Publicado em 18 Dec 2017, 10h19

Já parou para se perguntar por que os remédios têm várias formas de apresentação? Entenda, logo abaixo, quais as principais diferenças entre comprimidos, drágeas e cápsulas.

Ilustrações: Pedro Hamdan/SAÚDE é Vital

Comprimidos

Mistura do princípio ativo em pó com substâncias que dão liga, como o amido ou a goma arábica. Eles são compactados até ficarem uniformes.

Drágeas

Bem similares aos comprimidos. A diferença está numa película externa, que impede a degradação dos seus compostos.

Cápsulas

Revestidas de um material gelatinoso para proteger o conteúdo interno e facilitar a deglutição. Podem ser sólidas ou líquidas.

Publicidade