Clique e assine VEJA SAÚDE por R$ 6,90/mês

Para prevenir o coronavírus, troque as lentes de contato pelos óculos

Especialistas recomendam abdicar das lentes de lado durante a pandemia da Covid-19, porque usuários tendem a passar mais as mãos nos olhos

Por Maria Tereza Santos - Atualizado em 18 ago 2020, 10h47 - Publicado em 2 abr 2020, 18h01

Uma das formas de prevenir o novo coronavírus (Sars-Cov-2) é não levar as mãos ao rosto. Acontece que quem utiliza lentes de contato costuma manipular os olhos mais vezes. Por isso, a Academia Americana de Oftalmologia emitiu um comunicado orientando essa turma a optar pelos óculos durante a pandemia.

A oftalmologista Alessia Braz, da ZEISS, faz um adendo: no isolamento social, algumas pessoas tendem a encarar o celular, a televisão e mesmo o computador com mais frequência — o que promove coceira, vermelhidão e irritação nos globos oculares.

“Esses sintomas, por sua vez, dão vontade de pôr os dedos nos olhos e são mais evidentes nos usuários de lentes de contato”, raciocina a especialista.

Além de diminuir a vontade de cutucar os órgãos da visão, os óculos funcionam como uma barreira física, protegendo-os de gotículas emitidas por pessoas infectadas ao conversarem ou tossirem, por exemplo.

“No entanto, essa não é a função prioritária dos óculos. Eles não oferecem 100% de segurança, já que a saliva consegue passar pelos espaços laterais, por cima e por baixo. Ou mesmo entrar pela boca ou pelo nariz”, alerta Alessia. Ou seja, nada de achar que está imune ao coronavírus só porque usa esse equipamento.

Continua após a publicidade

Agora, se você precisa colocar a lente de contato por alguma razão, não deixe de lavar as mãos frequentemente com água e sabão (ou usar o álcool em gel), principalmente antes e depois de colocá-la ou retirá-la.

“Dê preferência às lentes de descarte diário, evitando assim a manipulação excessiva”, sugere a oftalmologista.

Como higienizar os óculos corretamente

Não adianta fazer a troca sugerida pela Academia Americana de Oftalmologia e pecar na limpeza. Afinal, o Sars-Cov-2 também pode se alojar temporariamente nas lentes e em outras peças dos óculos. “A higienização deve ser realizada diversas vezes ao dia”, orienta a Alessia.

A expert informa que o ideal é adquirir lenços umedecidos próprios para limpar o objeto. Mas vale usar a boa e velha dupla formada por água e sabão (ou detergente neutro).

“Tente não pôr ou tirar sem necessidade os óculos ou colocá-los sobre mesas e outras superfícies que podem estar contaminadas”, orienta a profissional. Ah, e nada de ceder à mania de pôr as hastes na boca.

Um último recado: não limpe o objeto com o álcool em gel. “O produto é capaz de danificá-lo, além de comprometer a saúde ocular e causar queimaduras”, finaliza Alessia.

Continua após a publicidade
Publicidade