saudeLOGO Created with Sketch.

Lúpus: evolução no tratamento e os desafios que restam

Novos remédios e o maior foco sobre essa doença autoimune dão força ao combate contra ela, segundo especialista internacional

O lúpus eritematoso sistêmico é um problema autoimune que ataca principalmente rins, pele, pulmões e articulações, embora possa atingir outras regiões, como o coração. Embora não seja tão comum, seu impacto na qualidade de vida é grande. E se torna quase intransponível se o paciente não é tratado adequadamente e respeitado por quem o cerca.

Veja também

A boa notícia é que, segundo Richard Alan Furie, professor do Centro de Doenças Autoimunes do Instituto Feinstein para Pesquisa Médica (EUA), o desenvolvimento de novas terapias contra o lúpus nunca foi tão intenso. Confira a seguir uma entrevista com esse renomado expert sobre os avanços para esse problema e os desafios que ainda emperram o bem-estar de seus portadores.