saudeLOGO Created with Sketch.

Comunicado sobre vídeo que está circulando com edição de 2003 de SAÚDE

Vídeo em circulação usa reportagem antiga de SAÚDE para alegar que o novo coronavírus (Sars-Cov-2) já existia há anos. Isso não é verdade - a gente explica

Está circulando pela internet um vídeo de um homem que filma uma edição da revista SAÚDE de 2003 e insinua que a versão do coronavírus que estamos enfrentando agora na verdade circula há anos. Isso não é verdade e pode levar a conclusões erradas, como a de que as autoridades sabiam da ameaça há muito tempo e não fizeram nada. Ou a de que ele não é motivo para grande preocupação.

O vídeo começa mostrando a capa de revista SAÚDE de maio de 2003. Na sequência, o homem folheia a revista até chegar na reportagem “Ainda não dá para respirar aliviado”. Nessa matéria, de fato se discute as ameaças de um tipo do coronavírus. Mas atenção: o agente infeccioso debatido no texto é o que causou o surto de Sars, ou Síndrome Respiratória Aguda Severa, em 2003. Esse vírus, embora mais letal, espalhou-se menos pelo mundo.

Já o novo coronavírus tem o nome técnico de Sars-Cov-2. Ele causa a doença Covid-19. Tanto o vírus de 2003 como o Sars-Cov-2 pertencem à família dos coronavírus. Há ainda outros membros dessa turma (alguns causam simples resfriados e já circulam no Brasil há tempo, outros afetam só animais etc). A família dos coronavírus é conhecida desde meados de 1960.

Mas nenhum deles é igual.  O Sars-Cov-2 surgiu apenas no fim de 2019, na China. Ao contrário do que é dito no vídeo, essa versão do coronavírus não circula no mundo faz tempo.

Aproveitamos a deixa para reforçar que SAÚDE está comprometida com o combate à pandemia do novo coronavírus, e em divulgar informações de qualidade, que não levem a conclusões erradas. Nossos conteúdos sobre o tema podem ser encontrados clicando aqui.