saudeLOGO Created with Sketch.

Colírio para os olhos do diabético

Alguns pingos dessa solução por dia controlariam a retinopatia diabética - isso com menos efeitos colaterais do que os tratamentos disponíveis

Apesar de eficazes, as três modalidades de tratamento disponíveis hoje para combater a retinopatia diabética são invasivas e apresentam efeitos colaterais. Pois cientistas da Universidade Estadual de Campinas, no interior paulista, estão desenvolvendo um recurso terapêutico inédito que promete facilitar a vida de médicos e pacientes.

Trata-se de um colírio especial com ação neuroprotetora: basta pingar algumas gotinhas nos olhos de tempos em tempos. Nos primeiros testes com ratos, a novidade foi bem-sucedida.

Leia também: O primeiro remédio de dose semanal contra o diabete

“A ideia é se antecipar às alterações vasculares da retina e agir antes que ocorram danos maiores”, explica a oftalmologista Jacqueline Mendonça de Faria, uma das responsáveis pelo projeto. A próxima etapa envolve avaliar a fórmula em seres humanos para checar se o impacto é tão positivo assim.