Assine VEJA SAÚDE por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Ingerir grapefruit e remédios pode fazer mal para a sua saúde

Pesquisa revela que 85 medicamentos comuns interagem com o grapefruit, provocando graves efeitos colaterais - e coloca seu consumo em xeque

Por Fernanda Morelli
Atualizado em 27 out 2016, 23h58 - Publicado em 9 Maio 2013, 22h00

Grapefruit interage com 85 remédios
Foto: Getty Images

Depois de relatarem, há cerca de 20 anos, sérios efeitos colaterais na mistura do grapefruit com medicamentos, pesquisadores do Lawson Health Research Institute, em Londres, trazem agora um dado alarmante: subiu para 85 o número de remédios afetados de alguma forma por essa fruta.

“Só entre 2008 e 2012, passaram de 17 para 43 aqueles com grande potencial de interagir com o grapefruit”, diz David Bailey, farmacologista clínico e um dos autores do estudo. “Isso significa seis interações a mais por ano, resultado da inclusão de novas fórmulas químicas na composição dos fármacos”, explica. O pior é que muitos deles são de uso frequente e essenciais para o tratamento de diversas doenças.

Mas o importante mesmo é saber que, segundo a pesquisa, são três as frutas capazes de causar estragos quando se está tomando algum remédio: a toranja, o pomelo e a laranja-azeda. “Todas elas contêm a furanocumarina e interagem igualmente com os medicamentos”, diz, categórico, David Bailey. Porém, são diferentes no que se refere às características físicas, ao sabor e aos nutrientes.

Se você é um dos que já foram seduzidos por esses cítricos, não é o caso de expulsá-los de sua mesa, mas é fundamental se aconselhar com seu médico ao usar alguma medicação. Seja in natura, suco, sorvete ou qualquer outro alimento em que o ingrediente esteja presente, os efeitos negativos podem dar as caras. O tamanho da confusão, porém, depende de três fatores: a vulnerabilidade da pessoa, a metabolização do fármaco e as circunstâncias em que o fruto é consumido.

 

Continua após a publicidade

Quem é quem: pomelo, laranja-azeda e toranja
 

Ingerir grapefruit e remédios pode fazer mal para a sua saúde

O que chamamos de grapefruit é, na verdade, a pomelo
Foto: Carlos CUbi


Pomelo

Espécie: Citrus paradisi

Os altos índices de vitaminas A e C se destacam entre os nutrientes. Pode ser consumida em gomos ou em forma de suco, mas o gosto amargo não agrada facilmente.

Continua após a publicidade

Cada 100 g contêm:

Energia: 32 cal

Carboidratos: 8,1 g

Vitamina A: 19% *

Vitamina C: 57% *

Continua após a publicidade

Fibras: 1,1 g

Açúcar: 7g

 

Ingerir grapefruit e remédios pode fazer mal para a sua saúde

Laranja-Azeda costuma ser consumida com doces
Foto: Carlos Cubi

Laranja-azeda

Continua após a publicidade

Espécie: Citrus aurantium

É rica em fibra solúvel, o que garante sensação de saciedade e bom funcionamento do intestino. Por ser amarga, é consumida predominantemente na receita de doces.

Cada 100 g contêm:

Energia: 40 cal

Carboidratos: 10 g

Continua após a publicidade

Vitamina A: 4% *

Vitamina C: 80% *

Fibras: 2 g

Açúcar: 8 g
 

Ingerir grapefruit e remédios pode fazer mal para a sua saúde

A toranja é adocicada e vai bem em molhos para salada
Foto: Carlos Cubi

Toranja

Espécie: Citrus maxima

Seu tamanho é semelhante ao de um melão pequeno. Chama atenção pela riqueza em vitamina C, mas perde pontos pelo alto índice de açúcar. Mais adocicada, é aceita in natura e vai bem em molhos para salada.

Cada 100 g contêm:

Energia: 38 cal

Carboidratos: 9,6 g

Vitamina A: 0% *

Vitamina C: 100% *

Fibras: 1 g

Açúcar: 10,1 g

* Valor referente à quantidade que devemos consumir diariamente
 

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

A saúde está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA SAÚDE.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja Saúde impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.