Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Como lidar com o estresse e a falta de concentração no home office?

Em tempos de pandemia, inúmeros fatores estressores podem roubar o foco das atividades

Por Abril Branded Content Atualizado em 5 abr 2021, 15h28 - Publicado em 30 nov 2020, 10h00

Com o regime de trabalho em home office adotado durante a pandemia do novo coronavírus, profissionais se viram diante de uma realidade a que antes não estavam acostumados. Segundo pesquisa realizada pelo LinkedIn, 62% dos entrevistados estão mais ansiosos e estressados com o trabalho do que antes. E na pesquisa do Centro de Inovação da Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (FGV Eaesp), 56% dos brasileiros estão com dificuldade de equilibrar as atividades profissionais e pessoais e 36% sentem que a produtividade caiu e não conseguem manter a concentração quando estão trabalhando.

Mas, afinal, o que é o estresse?

É muito comum dizer que alguém está estressado quando, na verdade, está irritado com algo. O nervosismo é apenas uma das consequências do estresse. Segundo o Ministério da Saúde, o estresse é uma reação natural do organismo que ocorre quando vivenciamos situações de perigo, deixando o corpo em estado de alerta. Essa reação, que provoca alterações físicas e emocionais, foi herdada de nossos ancestrais, que precisavam reagir rapidamente ao encontrar uma fera no seu caminho.

Nos dias de hoje, os fatores estressores são diversos: acúmulo de tarefas, entregas com prazos curtos, sobrecarga de funções ou mesmo a pandemia – prova desta última é a pesquisa da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj): a Covid-19 fez com que casos de estresse e ansiedade mais que dobrassem no Brasil em 2020, seja por medo de ser contaminado pelo vírus, das incertezas do futuro ou de perder alguém próximo. Insônia, estafa mental, falta de foco, aumento da pressão arterial, memória curta, dores de cabeça e problemas de pele são alguns dos sinais que podem indicar o estresse.

Mudanças de hábitos

Além do estresse, a exposição excessiva às telas e locais inadequados para a estação de trabalho podem ser uma das causas da falta de concentração no home office atualmente. “Estamos tendo um recrutamento mental muito grande. Cada vez mais o trabalho é digital e ficamos muito voltados para a tela, o que obviamente tem um lado bom, mas antigamente, quando o trabalho era braçal, tínhamos a compensação do descanso; hoje não. A compensação é ficar olhando para a tela do celular”, afirma Rodolfo Schleier, especialista técnico-científico da Weleda.

Por isso é recomendado manter uma rotina saudável:

  • tenha horários para começar e parar o trabalho
  • tire o pijama para trabalhar
  • deixe a mesa de trabalho organizada
  • faça uma tarefa por vez
  • tenha uma alimentação balanceada e saudável
  • pratique pelo menos 30 minutos de atividade física por dia
  • evite o uso de eletrônicos antes de dormir
  • tenha momentos de lazer
  • faça exercícios de respiração profunda

Além dessas mudanças no dia a dia, é superimportante buscar ajuda profissional de um psicólogo quando os sinais de estresse aparecerem.

Um auxiliar do tratamento

A medicina antroposófica, reconhecida pelo Ministério da Saúde, vem da antroposofia e pode ser auxiliar no tratamento do estresse. “A antroposofia é uma filosofia e ciência prática que estuda o ser humano como parte integrante da natureza, que compartilha semelhanças com os outros seres do reino vegetal, mineral e animal. Por meio de vários pilares, como médico, farmacêutico, artístico e educacional. Todos os medicamentos e cosméticos da Weleda seguem essa filosofia, são naturais e com base biodinâmica, desde o cultivo até o produto acabado e, por isso, temos medicamentos que restauram a nossa saúde e bem-estar”, conta Schleier. “O Stressdoron, por exemplo, é um medicamento com ingredientes de origem 100% natural que auxilia no tratamento de fadiga, estafa mental, memória fraca e falta de concentração e contribui para a recuperação das atividades de concentração e memória¹”, completa. 

STRESSDORON – Kali phosphoricum D6 + Aurum metallicum D10 + Ferrum sulphuricum D3 + Silicea D3. USO ORAL – USO ADULTO. MS 1.0061.0024. INDICAÇÕES: Indicado no tratamento auxiliar do estresse, contribuindo para a recuperação das atividades de concentração e memória1. CONTRAINDICAÇÕES: Stressdoron é contraindicado para pessoas com hipersensibilidade aos componentes da fórmula. Este medicamento CONTÉM LACTOSE. STRESSDORON É UM MEDICAMENTO. SEU USO PODE TRAZER RISCOS. PROCURE O MÉDICO E O FARMACÊUTICO. LEIA A BULA. SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO. Registrado por: Weleda do Brasil Laboratório e Farmácia Ltda. – R. Brigadeiro Henrique Fontenelle, 33, São Paulo / SP – CNPJ: 56.992.217/0001-80. Indústria Brasileira. SAC 0800 55 32 66. Referência: 1. Bula do produto. Data de veiculação: 11/2020

Continua após a publicidade
Publicidade