Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Quando fazer exames para detectar o câncer de colo de útero?

A cada ano, esse tipo de tumor atinge 16 340 mulheres e provoca 5 430 mortes no Brasil. Mas tem como flagrá-lo precocemente

Por André Biernath Atualizado em 8 mar 2018, 19h21 - Publicado em 30 Maio 2016, 14h06

O câncer de colo de útero poderia ser erradicado se controlássemos as infecções por HPV. Mas como isso está longe de acontecer, exames preventivos seguem sendo fundamentais. Saiba abaixo o que fazer para detectar o tumor logo cedo, quando é mais fácil de tratá-lo.

Exame: Papanicolau

Quem deve fazer: Todas as mulheres entre 25 e 64 anos que estejam sexualmente ativas

Periodicidade: Uma vez ao ano — após dois resultados negativos consecutivos, o exame pode ser feito a cada três anos

“O papanicolau é um exame extremamente bem-sucedido, capaz de baixar em até 80% a incidência do câncer de colo de útero”, elogia o virologista alemão Harald zur Hausen, vencedor do Prêmio Nobel de Medicina e Fisiologia em 2008, após desvendar o papel do vírus do papiloma humano (HPV) na enfermidade.

Ele também aposta em métodos complementares de detecção, como testes de DNA que descobrem partículas de HPV em nosso material genético. “Além disso, a vacinação contra o vírus, aplicada em crianças e adolescentes, ajuda a evitar lesões pré-cancerosas”, completa.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação confiável salva vidas. Assine Veja Saúde e continue lendo.

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e no app.

Blogs de médicos e especialistas.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao site da Veja Saúde, diariamente atualizado.

Blogs de médicos e especialistas.

Receba mensalmente Veja Saúde impressa mais acesso imediato às edições digitais no App, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês