Clique e Assine VEJA SAÚDE por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Nariz entupido? Saiba o que fazer para se livrar da congestão nasal

Confira dicas para lidar com a maioria dos casos de obstrução nas narinas

Por Maurício Brum
5 jun 2024, 15h26

Rinite alérgica, um resfriado, uma mudança brusca de temperatura… são várias as situações que podem provocar a sensação de nariz entupido, algo tão corriqueiro quanto incômodo.

Esse problema ocorre, essencialmente, quando há um excesso de muco nas vias aéreas superiores, ou então quando os vasos sanguíneos localizados no nariz passam por um processo inflamatório. Às vezes, a congestão nasal pode ser sintoma de algum quadro mais grave que exige atenção médica, especialmente processos infecciosos, como gripe e Covid-19, que podem ainda evoluir para uma sinusite.

+Leia também: Gripe, resfriado, bronquiolite e Covid: os vírus estão no ar

Mas há muitas situações em que o problema pode ser temporário ou de resolução relativamente simples. Caso você esteja com um incômodo do tipo — e o outono e o inverno são épocas pródigas em situações assim — vale tentar seguir alguns dos caminhos abaixo.

Continua após a publicidade

Como desentupir o nariz

Confira algumas dicas para resolver os problemas mais simples envolvendo a obstrução nasal:

  • Lavagem ou spray com soro fisiológico: essa dica vale mesmo para quem não está sofrendo com congestão. A ideia é inserir, com ajuda de uma seringa, spray ou bomba específica para isso, o soro em uma narina, fazendo com que o líquido saia de volta pela outra narina — de forma alternada, às vezes assoando para facilitar o processo de expelir o ranho. A ajuda a eliminar o excesso de muco e é especialmente indicada para quem tem propensão a desenvolver sinusites.
  • Umidificar o ar: em algumas pessoas, o que obstrui o nariz não é necessariamente o muco, mas o ressecamento das vias aéreas. Um dispositivo que umidifique o ar em casa pode ser a solução para épocas mais secas ou para quem vive em regiões de clima árido.
  • Hidratação: para quem não costuma ingerir água nos níveis adequados, melhorar a hidratação pode ajudar a evitar um muco mais seco e, consequentemente, facilitar que ele seja expelido quando necessário.
  • Bebidas quentes e vapores: se o muco nasal está ressecado ou ficou denso demais para ser expelido, ingerir um líquido quente ou inalar vapores pode ajudar a descongestionar. Isso pode ser feito tomando um chá, ficando algum tempo no banho quente ou simplesmente posicionando o nariz próximo de preparados específicos para vaporização. Colocar uma compressa morna sobre o rosto também pode ajudar.
  • Mude de posição: essa funciona especialmente para quem está com o nariz entupido à noite. Deitar-se na horizontal dificulta a respiração. Assim, se a congestão seguir incomodando na hora de dormir, a dica é tentar colocar um travesseiro mais grosso ou outro tipo de elevação, que favoreça a desobstrução nasal e o ato de respirar.

+Leia também: Qual é a forma correta de lavar o nariz?

O que fazer se o nariz segue entupido mesmo assim?

Se a sua respiração segue obstruída depois de tentar as alternativas mais comuns, é hora de procurar orientação médica. Seu problema pode ter uma causa infecciosa, que em alguns casos exige tratamento com antibióticos, ou ser resultado de uma inflamação mais severa, que pode demandar corticosteroides, por exemplo.

Continua após a publicidade

Um otorrinolaringologista, ou infectologista, caso o problema esteja relacionado a um vírus ou bactéria, são os médicos mais indicados para ajudar a resolver a encrenca.

Compartilhe essa matéria via:
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja Saúde impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.