Clique e Assine VEJA SAÚDE por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Entenda o que são os leucócitos e por que eles ficam alterados

Glóbulos brancos agem defendendo o organismo contra diversas infecções e condições médicas. Entenda como cada célula específica trabalha

Por Yasmmin Ferreira
29 Maio 2024, 16h28

Popularmente conhecidos como glóbulos brancos, os leucócitos são células do sistema imunológico que circulam pelo sangue e estão presentes em vários tecidos do corpo.

Elas são responsáveis pela defesa do organismo contra infecções e outras doenças, desempenhando um papel crucial na identificação e eliminação de patógenos – como bactérias, vírus, fungos e parasitas.

Existem vários tipos de leucócitos, cada um com funções específicas. Os neutrófilos, que são os mais abundantes, atuam como a primeira linha de defesa contra infecções bacterianas, fagocitando micro-organismos invasores.

Os linfócitos B produzem anticorpos, enquanto os linfócitos T atacam diretamente células infectadas por vírus ou células cancerígenas.

+Leia também: Quando a imunidade se volta contra o próprio corpo

Já os monócitos, ao migrar para os tecidos, transformam-se em macrófagos, que fagocitam patógenos e células mortas, além de ajudar a iniciar a resposta imunológica.

Continua após a publicidade

Os eosinófilos combatem infecções parasitárias e participam das reações alérgicas. Por fim, os basófilos estão envolvidos nas respostas alérgicas e inflamatórias, liberando histamina e outros mediadores químicos.

Com tantas funções, essas células desempenham um papel essencial na proteção do organismo, e alterações no número ou na função delas podem indicar a presença de infecções, inflamações ou outras condições médicas.

É por isso, também, que acompanhá-las em exames de rotina é fundamental. A maneira de fazer isso é através de exames de sangue: um hemograma completo costuma trazer as contagens de leucócitos e seus vários tipos.

Leucócitos alterados

Alterações no número ou na função dos glóbulos brancos podem ser indicadores precoces de várias condições médicas.

Entre elas estão infecções, condições inflamatórias e doenças hematológicas.

Continua após a publicidade

A dosagem dos leucócitos serve ainda para analisar reações alérgicas e autoimunes, avaliação do sistema imunológico e monitorar tratamentos médicos.

Além do hemograma, como monitorar os leucócitos?

Com frequência, alterações nos leucócitos são descobertas casualmente, a partir de um exame solicitado por outros motivos. Por isso, é importante que o acompanhamento seja realizado por um médico capacitado, para que as análises sejam interpretadas corretamente.

Quando há alterações significativas nos glóbulos brancos, conforme avaliação médica, podem ser necessários exames mais rigorosos, como a citometria de fluxo – que permite uma análise detalhada das diferentes populações de células brancas, ou exames moleculares – para identificar mutações genéticas associadas a desordens hematológicas.

O tipo de exame complementar deve ser definido com base na suspeita do problema que causou a mudança nos níveis de leucócitos.

Compartilhe essa matéria via:
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja Saúde impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.