Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Loja virtual permite que você monte seu próprio suplemento

Agora é possível criar o próprio suplemento para turbinar os exercícios. Mas, no final das contas, isso é bom ou ruim?

Por Thiago Nepomuceno 17 dez 2016, 12h30

Já pensou em contar com uma fórmula alimentar individualizada para otimizar seu treino? Essa é a ideia por trás da Nutri Factory. Na página online da empresa, você escolhe o tipo de proteína, de aminoácido e de carboidrato que deseja — as quantidades são preestabelecidas para cada ingrediente.

Leia mais: Um novo suplemento contra a perda muscular

Renato Cukier, idealizador do projeto, afirma: “Todos os componentes são de altíssima qualidade”. Só é preciso cautela antes de customizar o suplemento. Para Bruno Gualano, professor da Escola de Educação Física e Esporte da Universidade de São Paulo, a falta de conhecimento em nutrição esportiva pode levar a más escolhas. “Um profissional precisa ver o site, avaliar os produtos e fazer a prescrição. Não vejo com bons olhos o consumidor final tomar essas decisões sem orientação.”

Fórmula personalizada

Carboidrato: o consumidor decide entre os de alto ou baixo índice glicêmico.

Proteína: escolhe-se entre whey protein, concentrada ou isolada, ou proteína da ervilha.

Aminoácido: creatina e BCAA são os mais famosos. Eles aceleram a reparação muscular.

Sabor: são diversas opções. Há espaço até para os mais exóticos, como jabuticaba e pera.

Embalagem: é possível adquirir uma grande ou fracionar o conteúdo.

Antes de adotar qualquer suplemento, converse com um expert para checar a necessidade e eventuais riscos

Continua após a publicidade
Publicidade