Clique e Assine VEJA SAÚDE por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

O Fim das Dietas

Por Blog Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Antonio Lancha Jr, professor expert em atividade física e nutrição da USP e autor de livros como "O Fim das Dietas", ensina como emagrecer sem cair em promessas furadas
Continua após publicidade

Emagrecer: uma forma de viver, não um número na balança

Estamos acumulando muita energia e gastando pouco. O resultado disso é o ganho de peso, mas dá para equilibrar essa conta, ensina nosso colunista

Por Antonio Lancha Jr
Atualizado em 1 jul 2024, 10h42 - Publicado em 1 jul 2024, 10h30

Me lembro uma vez que participei de um podcast com o querido jornalista Theo Ruprecht, quando ele ainda estava na Editora Abril. Cheguei no prédio e fui informado do andar onde seria gravada a entrevista. Naquele momento, vi uma escada e perguntei ao segurança se poderia usá-la ao invés do elevador. Com a resposta afirmativa segui degrau por degrau até o encontro com o Theo.

Descrevo esse fato da minha história com o propósito de dividir com você de forma enfática o que a ciência vem destacando mais recentemente.

A evolução tecnológica trouxe inúmeras facilidades que tornaram nossa vida diária mais produtiva, porém ao custo de minutos preciosos do nosso dia. A tecnologia, presente no nosso bolso permite trabalhar, fazer reuniões, dar entrevistas, em qualquer lugar do planeta e a qualquer instante.

Além disso pedimos um táxi ou um carro, ou ainda comida na ponta dos nossos dedos. Assim, temos nossas vidas repletas de afazeres, ficando o autocuidado em segundo plano.

A pandemia acentuou esse fato e, de lá para cá, não mudamos essa disponibilidade 24 horas por dia, 7 dias por semana. Estamos então sempre disponíveis. A consequência disso o mundo inteiro, incluindo você meu caro leitor, já sabe.

Continua após a publicidade

O exercício programado com local definido, tempo de duração e intensidade determinada, ajudam no preço que custa para nossa saúde, porém existe, no final do dia, um saldo a pagar.

+ Leia também: 8 mil passos, duas vezes na semana, para viver mais

Ok, Lancha, entendi, você quer que eu fique mais tempo na academia, né? Não, sei que essa opção não está disponível e a ciência aponta que ela não resolveria nossa dívida.

A alternativa para quitar esse saldo fica para as oportunidades de gasto de energia que podemos aproveitar no nosso dia a dia.
Vamos lá:

Continua após a publicidade
  • Escadas no lugar das rolantes, ou ainda andar na rolante;
  • Levantar e ficar de pé ao falar no telefone;
  • Evitar as esteiras nos espaços públicos e andar;
  • Parar em estacionamentos mais profundos em shoppings, ou mais distantes e se deslocar a pé;
  • Se o folego não permitir subir os degraus, descer a escada para pegar o carro;
  • Tomar café nos intervalos do trabalho de pé;
  • Ter como princípio que um andar para cima ou para baixo não vale pegar o elevador;
  • Pegou o celular, levante.

A forma de viver ativamente revela sua importância no processo de emagrecimento na ordem direta da evolução tecnológica.

O dia com a atividade física programada é fundamental para os benefícios a saúde, como a redução da perda de massa muscular, a prevenção de doenças cardíacas entre outras. Mas aumentar o gasto energético significa usar o corpo com mais regularidade e em situações frequentes e que estão a todo instante a nossa frente.

Para combater o excesso de energia guardada, viva gastando mais calorias e com regularidade.

Compartilhe essa matéria via:
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja Saúde impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.