Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Com a Palavra Por Blog Neste espaço exclusivo, especialistas, professores e ativistas dão sua visão sobre questões cruciais no universo da saúde

Março Azul: você precisa saber como prevenir o câncer colorretal

No mês de conscientização sobre a doença, especialistas contam quais exames e hábitos são bem-vindos à prevenção

Por Eduardo de Paula Vieira e Ricardo Anuar Dib, médicos* 13 mar 2022, 11h40

O câncer colorretal é um tumor maligno que se instala no cólon ou no reto (ou seja, no intestino grosso), sendo atualmente a terceira causa de morte por câncer no Brasil.

São aproximadamente 40 mil casos por ano, com uma estimativa de aumento significativo até 2030. Segundo projeção do Instituto Nacional do Câncer (Inca), esse número deve triplicar em menos de uma década.

Falamos de uma doença tratável e curável, principalmente se descoberta precocemente. A grande maioria dos casos desenvolve-se de forma assintomática a partir de pólipos, lesões benignas localizadas no intestino.

Hoje, sabe-se que há uma associação entre o estilo de vida e o problema, e calcula-se que cerca de 30% desses tumores possam ser prevenidos. Diversos fatores podem contribuir para o aparecimento do câncer colorretal. Por exemplo:

Compartilhe essa matéria via:

É possível, portanto, traçar uma estratégia de prevenção primária com base na conscientização e na orientação sobre hábitos mais saudáveis.

A prevenção se estende também à detecção precoce, quando flagramos lesões ainda benignas e passíveis de remoção. Isso evita que elas se transformem em algo maligno.

A avaliação básica contempla o exame físico, incluindo o toque retal, e o exame de sangue oculto nas fezes (ambos fornecidos na rede de atenção básica à saúde).

Contudo, o exame padrão ouro é a colonoscopia. Com o paciente sedado, conseguimos não só inspecionar o intestino e diagnosticar as lesões quanto antes como já realizar sua remoção. Pessoas acima de 45 anos devem ser submetidas periodicamente a esse check-up.

Continua após a publicidade

É para o esclarecimento da nossa população que a Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva (Sobed) e a Sociedade Brasileira de Coloproctologia (SBCP), apoiadas pela Associação Médica Brasileira (AMB) e pelo Conselho Federal de Medicina (CFM), além de outras entidades médicas e da sociedade civil, uniram-se para promover a campanha Março Azul, que busca a prevenção efetiva do câncer colorretal.

O mês já é utilizado em prol da causa na Europa e nos Estados Unidos e, aqui no Brasil, já temos aprovado no Congresso Nacional o Projeto de Lei 5.024/2019, que estabelece março como período de conscientização sobre a doença. O texto do PL foi modificado, retornou à Câmara dos Deputados e, em seguida, será encaminhado para sanção presidencial.

+ Leia também: O novo guia de prevenção ao câncer

A SBCP e a Sobed estão realizando diversas atividades neste mês com o intuito de sensibilizar os brasileiros, como vídeos nas redes sociais, iluminação em azul de vários monumentos pelo país e ações em diversas cidades com a participação de ONGs engajadas no projeto.

No dia 25, convidamos todos a se vestirem de azul e postarem nas redes sociais a hashtag #useazulpelaprevenção

Além disso, duas iniciativas buscam levar exames preventivos a populações mais vulneráveis. Médicos voluntários realizam um mutirão de colonoscopias em povos ribeirinhos na cidade de Belterra (PA) e, entre 25 e 31 de março, cidadãos de Pilar (AL) poderão ser submetidos ao exame.

Lembre-se: o câncer colorretal pode ser prevenido. Mantenha seus exames em dia e adote hábitos saudáveis. Não fume, exercite-se regularmente, evite bebidas alcoólicas em demasia, diminua o consumo de produtos industrializados e carne vermelha e inclua diariamente fontes de fibras como frutas, legumes, verduras e cereais integrais na dieta. Isso faz a diferença!

* Eduardo de Paula Vieira é presidente da Sociedade Brasileira de Coloproctologia; Ricardo Anuar Dib é presidente da Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação confiável salva vidas. Assine Veja Saúde e continue lendo.

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e no app.

Blogs de médicos e especialistas.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao site da Veja Saúde, diariamente atualizado.

Blogs de médicos e especialistas.

Receba mensalmente Veja Saúde impressa mais acesso imediato às edições digitais no App, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês