saudeLOGO Created with Sketch.

Maior evento de divulgação científica do mundo começa na semana que vem

Bares espalhados por 85 cidades de todo o país vão sediar o Pint of Science, festival internacional que leva cientistas para conversar com as pessoas

No primeiro semestre de 2016, recebi um e-mail inesperado: Natália Pasternak e Luiz Almeida, dois biólogos do Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo, queriam falar sobre um tal de Pint of Science. Nunca tinha ouvido falar do projeto, mas bastou uma rápida conversa com a dupla para entender a genialidade da ideia: durante três noites, pesquisadores de várias áreas do conhecimento visitam bares, restaurantes e pubs, onde batem um papo descontraído com os demais frequentadores do local e explicam que raios fazem em seus laboratórios.

O festival começou na Inglaterra, terra que abriga um pub a cada esquina, e logo ganhou proporção internacional. Ele desembarcou em terras brasileiras no ano de 2015, com um projeto piloto em São Carlos, no interior paulista. Em 2016, sete municípios participaram. Em 2017, o número subiu para 22. Ano passado, foi catapultado para 56. Agora, em 2019, teremos incríveis 85 cidades. Em nenhum outro lugar do planeta o evento atraiu tanta gente e ocupou tantos estabelecimentos. Em 2019, passamos a Espanha como o maior Pint do mundo. Olé!

Depois daquela conversa inicial, reencontrei a Natália e o Luiz em uma série de outras iniciativas. Eles até viraram colunistas de nosso site, no blog “Cientistas Explicam”. Entre um projeto e outro, chama a atenção o brilho nos olhos não só deles, mas de todo mundo que faz o Pint acontecer. Em sua maioria, são aguerridos estudantes de pós-graduação que se voluntariam e têm um trabalho danado para que cada palestra e cada encontro saia da melhor maneira possível.

A programação de 2019 está cheia de eventos incríveis — o difícil é escolher em qual deles marcar presença.  SAÚDE, claro, não poderia ficar de fora dessa. Nosso editor Theo Ruprecht estará no Galeria 540, na região de Pinheiros, na Zona Oeste de São Paulo, no dia 22 de maio, para falar sobre divulgação científica sobre câncer nas pautas de nossa querida revista.

Já este que vos escreve fez, junto com outros colegas, um pequeno lobby entre os organizadores para levar o Pint pela primeira vez para a Zona Leste da capital paulista. O Armazém 77, bar localizado na Penha, irá receber grande elenco para discutir diversos tópicos — de poluição ambiental a parto humanizado e preservação do patrimônio histórico.

Você pode conferir a programação completa no site oficial do evento. O brinde à ciência acontecerá nos dias 20, 21 e 22 de maio (segunda, terça e quarta-feira), sempre a partir das 19 horas. Aproveite para selecionar os assuntos que mais te interessam e vá conversar com um cientista. Tenho certeza que eles ficarão extremamente felizes em tirar todas as dúvidas que surgirem durante o bate papo.

O Pint of Science de 2019 ganha um caráter ainda mais especial, pois acontece em meio à balbúrdia do enxugamento de verbas para a pesquisa e para as universidades anunciada pelo governo federal. A produção de conhecimento no país está ameaçada e, claro, o evento vai trazer o tema e se posicionar contra esse corte. Afinal, aplicar dinheiro na ciência não é gasto, mas, sim, investimento para o Brasil avançar.