Este site utiliza cookies e tecnologias semelhantes para personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao navegar em nosso serviço você aceita tal monitoramento. Para mais informações leia nossa Política de Privacidade
Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
O Futuro do Diabetes Por Blog Carlos Eduardo Barra Couri é endocrinologista e pesquisador da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (USP), além de autor do livro O Futuro do Diabete (Ed. Abril). Aqui ele mapeia os cuidados e os avanços para o controle do problema
Medicina

Você tem pré-diabetes? Não se engane com esse nome

Todos sabemos quanto o diabetes deve ser bravamente prevenido e tratado. Sabemos também dos riscos que o aumento da glicose no sangue pode trazer no longo prazo. Mas uma doença melindrosa e silenciosa tem aumentado (e muito!) a sua prevalência nos últimos anos no Brasil. Esse problema já ultrapassou o próprio diabetes. Estamos falando do pré-diabetes.

A Federação Internacional de Diabetes estima que havia 14,6 milhões de brasileiros com pré-diabetes diante de 12,5 milhões de diabéticos em idade adulta no ano de 2017. Sim, o número de pré-diabéticos superou o de pessoas com diabetes em nosso país.

Para saber se você tem pré-diabetes ou diabetes, dê uma olhada na figura abaixo.

O esquema mostra os limites dos principais exames para apontar os quadros de diabetes e pré-diabetes. A faixa amarela é a do pré-diabetes. Carlos E. B. Couri/SAÚDE é Vital

Muita gente se engana ao pensar que o pré-diabetes é uma espécie de pré-doença. Pelos estudos que temos a respeito, podemos dizer que definitivamente a condição é uma doença pra valer, que implica diversos riscos à saúde.

Pesquisas realizadas há mais de uma década apontam que a mortalidade cardiovascular dos pré-diabéticos é superior à da população em geral. Recentemente, observou-se que, a exemplo do diabetes, o quadro está associado a maior comprometimento dos rins, dos olhos e dos nervos. Sem contar que um indivíduo com pré-diabetes tem um risco bem mais elevado de se tornar diabético propriamente dito.

  • Tem gente que acha que, para o diabetes trazer malefícios, os níveis de glicose no sangue precisam estar nas alturas. Mas cabe destacar que mesmo pequenas elevações de glicose podem fazer grandes estragos ao longo do tempo. É um recado que se aplica bastante ao pré-diabetes.

    A boa notícia é que o pré-diabetes não é uma sentença de uma vida mais curta ou com menos qualidade. Um estilo de vida saudável — com alimentação balanceada, atividade física, boas noites de sono… — é a chave para prevenir não só a condição como para evitar que ela evolua para o diabetes em si. Em alguns casos, o uso de medicamentos também pode ser considerado como estratégia coadjuvante.

    Outro conselho: você sabe como estão seus níveis de glicose? Para flagrar o pré-diabetes é preciso investigá-lo. Portanto, não deixe de fazer os exames periódicos!

  • Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
    Você tem pré-diabetes? Não se engane com esse nome
    • Nosso colunista tira as principais dúvidas sobre a condição, que exige tantos cuidados quanto o diabetes em si

    Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

    Você ainda não tem acesso a esta marca. Escolha uma das ofertas abaixo para assinar

    Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

    Informação confiável salva vidas. Assine Veja Saúde e continue lendo.

    MELHOR
    OFERTA

    DIGITAL PREMIUM PAGUE 1, LEVE 10

    Todo conteúdo digital das marcas Abril para você! Veja, Quatro Rodas, Superinteressante, Claudia, Placar, Veja São Paulo, Veja Rio, Veja Saúde, Você S/A e Você RH

    a partir de R$ 24,90/mês

    ou

    40% de desconto

    1 ano por R$ 178,80
    (cada mês sai por R$ 14,90)

    MELHOR
    OFERTA

    DIGITAL

    Acesso ilimitado ao site VEJA SAÚDE, com conteúdos exclusivos e diariamente atualizados

    Blogs de médicos e especialistas

    App VEJA SAÚDE para celular e tablet, atualizados mensalmente com todas as edições da revista.


    a partir de R$ 12,90/mês