Clique e assine VEJA SAÚDE por R$ 6,90/mês

Live discute o impacto da pandemia nos pilares do autocuidado

Entenda como ficam as rotinas de alimentação, exercícios físicos, higiene, sono, estresse e outros hábitos importantes em tempos do novo coronavírus

Por Abril Branded Content - Atualizado em 29 jul 2020, 16h55 - Publicado em 30 jul 2020, 12h00

No Dia Internacional do Autocuidado, que foi celebrado em 24 de julho para lembrar a importância de estar atento à própria saúde 24 horas por dia, sete dias por semana, Diogo Sponchiato, redator-chefe de VEJA SAÚDE, recebeu o especialista em qualidade de vida Marcio Atalla para um bate-papo on-line sobre os impactos da pandemia de Covid-19 nas práticas de cuidado consigo mesmo.

O termo autocuidado, aliás, está em alta diante das últimas mudanças impostas. Considerado um direito do cidadão pela Organização Mundial de Saúde (OMS), seu conceito está relacionado a uma abordagem multidisciplinar para cuidar da saúde e prevenir doenças, envolvendo sete pilares principais. São eles: buscar informação e orientação confiáveis sobre saúde; ter uma alimentação balanceada; praticar atividade física regularmente; restringir comportamentos nocivos – como tabagismo e excesso de bebidas alcoólicas; conhecer e respeitar o próprio corpo e a mente; ter uma boa higiene; utilizar medicamentos e outros produtos para a saúde de forma responsável.

Pautados pelos principais resultados de uma pesquisa sobre o tema, conduzida pelo Grupo Abril, com apoio da Associação Brasileira da Indústria de Medicamentos Isentos de Prescrição (Abimip), realizada com população usuária de internet acima de 25 anos, e com mais de 1874 respondentes do país inteiro, o jornalista e o educador físico conversaram por quase uma hora sobre como a pandemia intensificou ou reduziu a frequência da adoção de hábitos saudáveis.

Se você ficou curioso para entender melhor em quais quesitos os brasileiros estão acertando ou falhando, não deixe de conferir a live completa, disponível em todas as plataformas de VEJA SAÚDE (Instagram, Facebook e YouTube) ou diretamente no vídeo abaixo. Os principais resultados também estão compilados em um dossiê objetivo e didático. Vale a pena conferir!

Continua após a publicidade

Publicidade