saudeLOGO Created with Sketch.

Festival levará cientistas para conversar com o público em bares e restaurantes

Em sua segunda edição brasileira, o Pint of Science ocorrerá durante três dias em sete cidades brasileiras

Tudo começou em 2012, quando os pesquisadores Michael Motskin e Praveen Paul, do Imperial College London, na Inglaterra, resolveram levar alguns pacientes com Alzheimer, Parkinson e outras doenças que atingem o cérebro e o sistema nervoso para a universidade. A ideia era explicar como as pesquisas que eles estavam fazendo poderiam beneficiar a vida e a saúde de muita gente acometida por esses problemas. A dupla de experts começou a se questionar sobre a importância de divulgar informações científicas para toda a população. Mas eles pensaram num diferencial: por que não sair do laboratório para conversar com as pessoas em bares e restaurantes?

Surgia, assim, o Pint of Science (em inglês, pint é a medida dos copos de cerveja servidos em pubs), um festival recheado de palestras, workshops e conversas de bar sobre os maiores e mais fascinantes avanços científicos de nossos tempos. Desde 2013, o evento cresceu e já marca presença em 12 países: Inglaterra, França, Espanha, Itália, Estados Unidos, Austrália, Canadá, Áustria, África do Sul, Alemanha, Irlanda e Brasil.

O Pint of Sience desembarcou no nosso país em 2015. A primeira edição aconteceu na cidade de São Carlos, no interior paulista. Em 2016, o festival será realizado nos dias 23, 24 e 25 de maio em sete cidades diferentes: Belo Horizonte (MG), Campinas (SP), Dourados (MS), Ribeirão Preto (SP), Rio de Janeiro (RJ), São Carlos (SP) e São Paulo (SP). “Queremos mudar a imagem de que os cientistas têm cabelo bagunçado e usam óculos fundo de garrafa e jaleco. Cientistas são pessoas normais, na medida do possível, e precisam de diversão e comida”, conta o biólogo Luiz Gustavo de Almeida, coordenador do evento em São Paulo.

Para mais informações sobre os bares e restaurantes que sediarão os encontros, acesse o site do evento ou a página oficial no Facebook.

Abaixo, nós separamos algumas palestras interessantes sobre saúde que serão apresentadas durante os três dias do festival:

Segunda feira, 23 de maio

Belo Horizonte

– Dengue, zika e chikungunya: o que é fato e o que é boato

Campinas

– Desenvolvimento de novos fármacos

Dourados

– Brazil Foof Trends 2020

Ribeirão Preto

– A genética como modalidade olímpica

– Neurociências e expressão facial

– Potenciais terapêuticos das drogas que alteram a consciência

São Carlos

– A zika pegou o Brasil

São Paulo

– Zika vírus, sistema imune e neuroinflamação

– O que é metabolismo

– Fotoneuromodulação: a tecnologia que permite conversar com os neurônios

– Bullying na adolescência e o cérebro em depressão

– Hormônios femininos e sexualidade

Terça-feira, 24 de maio

Belo Horizonte

– Cérebro em pauta: as doenças da modernidade

– Ciência na mesa: transgênicos e defensivos agrícolas

Campinas

– Zika vírus

Dourados

– Microbioma humano

Ribeirão Preto

– Exercício físico, inflamação e doenças

– Simulando o cérebro no computador

– Genética do câncer, bioinformática e outros processos 

Rio de Janeiro

– Zika ou Ziquizira: um vírus secreto

São Carlos

– Os games na psicologia e a psicologia dos games

– Vacas, puns, arrotos e seus efeitos sobre o planeta

– Envelhecimento: o que acontece com o nosso corpo e como a tecnologia poderá nos ajudar

São Paulo

– Biotecnologia e segurança alimentar

– Se eu não lembro, eu não fiz

– #somostodosmutantes – Origens, efeitos e implicações das variações genéticas

– Como a ciência explica os ups e downs na vida de Amy Winehouse

– Nosso DNA e o envelhecimento

– Se bactéria e louco, todo mundo tem um pouco

Quarta-feira, 25 de maio

Dourados

– Fitoterápicos: da planta ao medicamento

Ribeirão Preto

– O cérebro preditivo: neurobiologia da antecipação e eventos futuros

– Percepção e contexto: o bom, o mau e o engraçadinho

– O cérebro e as artes visuais

Rio de Janeiro

– A conexão é cerebral

São Paulo

– Pesquisa em câncer: milagres, esperanças e realidade

– Adote uma bactéria: aprendendo microbiologia no Facebook

– O que de fato sabemos sobre o que pode causar o câncer?

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s