corpo

Tai chi, defesa para os vasos sanguíneos

Universidade Politécnica de Hong Kong mostra que a prática da arte marcial melhora a elasticidade das artérias por Diogo Sponchiato | ilustração Caracol

Essa arte marcial cujos movimentos parecem ser feitos em câmera lenta coleciona elogios quando o assunto é o bem-estar de quem já passou dos 60 anos. Embora costume ser mais relacionada ao ganho de equilíbrio e ao controle do estresse, um novo estudo da Universidade Politécnica de Hong Kong mostra que a prática melhora a elasticidade das artérias, concedendo proteção cardiovascular. "Os exercícios são realizados em pé, numa caminhada suave e constante, o que estimula a circulação de retorno continuamente", explica Angela Soci, diretora da Sociedade Brasileira de Tai Chi Chuan. "Sem exigir alterações de ritmo intensas, o tai chi oferece mais resistência e fortalecimento vascular."

Efeito digno de malhação

 

O trabalho assinado pelo grupo de Hong Kong também aponta que o tai chi chuan tonifica para valer a musculatura. "O fortalecimento das pernas é sentido de imediato e a prática ainda trabalha de forma adequada os membros superiores e a região abdominal", explica a professora Angela Soci, de São Paulo.



dieta dos pontos


sinta seu coração


receitas saudáveis





Rede MdeMulher
Publicidade