MEDICINA Mais de medicina >>

Lentes de contato

Tira-dúvidas

Encontre respostas para todas as suas dúvidas sobre o uso do acessório.

por Diogo Sponchiato

1. Pode dormir com as lentes?
Não pode. Quem prega os olhos sem retirá-las corre o risco de causar problemas à córnea, que fica bem na superfície do globo ocular. Isso porque as lentes de contato dificultam sua oxigenação e são capazes até de provocar pequenos machucados. Assim, abrem-se brechas para que micróbios nocivos deflagrem uma verdadeira baderna nos olhos. Entre as pessoas que se entregam ao sono sem tirar as lentes, aumenta em quase 20 vezes a probabilidade de aparecer uma lesão infecciosa. Embora alguns indivíduos até tolerem o acessório durante a noite, o recado dos oftalmologistas é não cultivar esse hábito e, assim, permitir que o globo ocular também descanse. Ao tirar as lentes antes de ir para cama, você evita desde simples irritações até problemas alérgicos e infecções que detonam a córnea. 

2. Pode limpar as lentes com soro fisiológico e conservá-las com o mesmo líquido?
Não pode. O soro não limpa as lentes adequadamente e também não é a melhor alternativa para conservá-las no estojo. Usar esse produto, para alguns oftalmologistas, é a mesma coisa que lavar um prato de macarronada apenas com água — ora, sem um bom detergente será impossível eliminar os restos de comida dali. No caso das lentes, só é possível dar um fim à sujeira e aos micróbios que se instalam nelas quando se emprega a solução apropriada, ou seja, específica para limpeza e conservação desse tipo de acessório. 

3. Pode entrar na piscina ou no mar com lentes de contato?
Até pode, mas não deve. Quando for nadar ou até mesmo só ficar ao lado de uma criança na piscina, por exemplo, o mais indicado seria deixar as lentes de contato guardadas. É que substâncias como o cloro da piscina ou — muito pior — microorganismos nada bem-vindos que ficam dando sopa no mar podem se alojar nas lentes. Quem resolve se arriscar a mergulhar com o acessório deve ter cuidado redobrado para impedir o contato da água com os olhos. O que, cá entre nós, é missão quase impossível. Mas, se insistir em cair na água de lente, não se esqueça de fazer uma boa limpeza no acessório depois.

4. Pode usar colírios quando estiver usando lentes?
Pode, se for um colírio lubrificante, que faz as vezes de lágrima artificial e evita o ressecamento do globo ocular. Outros colírios, porém, devem ser evitados, até porque contêm substâncias químicas que ficam impregnadas nas lentes, causando muita irritação aos olhos. E vale ressaltar: até mesmo os produtos lubrificantes não devem ser aplicados a toda hora. Procure utilizá-los no máximo cinco vezes ao dia.

5. Pode usar lente de contato só de vez em quanto?
Pode, mas desde que não se esqueça da sua higiene. Mesmo que fique guardada em um recipiente com solução apropriada, a limpeza da lente e a troca do líquido conservante dentro do estojo deve ser repetida a cada três dias no máximo. Quem pretende manter o acessório em repouso por mais de uma semana, pode, inclusive, deixar o estojo na geladeira — isso diminui o risco de bactérias e companhia montarem acampamento por lá. Na hora de usar não precisa esperar o acessório voltar à temperatura ambiente.

6. Pode retirar a lente dos olhos e, logo em seguida, guardá-las na caixinha com a solução específica?
Não pode. Para assegurar que ela ficará livre de resíduos e micróbios, use a ponta do dedo e um pouco de produto de limpeza específico para esfregá-la levemente. Depois, sim, está na hora de depositá-la no recipiente com a solução — que, aliás, deve ser trocada toda vez que a lente retornar à sua caixinha.

7. Pode usar a lente quando há algum problema nos olhos?
Não pode, se o problema for infeccioso. Ora, as lentes terminarão contaminadas e ficarão imprestáveis. Se o problema for inflamatório, deixe as lentes de escanteio também. O olho já está irritado e ficará pior ainda se você insistir em sair com o acessório. Até mesmo irritações leves, como as provocadas por uma alergia simples ou um cisco, podem se agravar. Em outras situações, porém, o uso de lentes chega a ser bem-vindo, segundo os especialistas. Pessoas com doenças como o ceratocone ou submetidas a algumas cirurgias de correção de miopia e transplante de córnea precisam usar lentes de contato para uma boa recuperação da visão.

Fontes: César Lipener, oftalmologista, chefe do setor de lentes de contato da Universidade Federal de São Paulo, e Maurício Barros, oftalmologista do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, em São Paulo

 
 
Rede MdeMulher
Publicidade
logo abril Copyright © Editora Abril S.A. Todos os direitos reservados. All rights reserved