bem-estar

A síndrome da desmotivação

Por Adriana Toledo
Ilustração Eder Redder

Frustrações profissionais no dia-a-dia são algo normal. O problema é quando se tornam rotina a ponto de deflagrar a síndrome de burnout, uma condição de estresse e desânimo extremo com o trabalho. O mal já acomete 30% dos trabalhadores brasileiros, mostra uma pesquisa recém-concluída pela International Stress Management Association no Brasil. Trata-se de uma exaustão mental e física que se inicia com um sentimento de injustiça e falta de reconhecimento, descreve a psicóloga Ana Maria Rossi, que preside a instituição. Por fim, evolui para ineficiência e acomodação. Queda de rendimento, absenteísmo e dificuldade de concentração acompanham a tal síndrome. Não raro, o descontentamento resulta em gastrite, depressão, sem falar no impacto negativo no ambiente profissional. A síndrome de burnout é uma doença séria que requer tratamento psicoterápico e, em alguns casos, medicamentos, alerta Ana Maria.



dieta dos pontos


sinta seu coração


receitas saudáveis





Rede MdeMulher
Publicidade