família

Mantenha o carro limpo e a alergia longe

Cuide do SEU CARRO e dê carona À SAÚDE
Pó, papéis, restos de comida, pêlos de cachorro...Mais do que mero desleixo, a sujeira dentro do veículo pode ser um risco e tanto, sobretudo para os alérgicos
por CÉSAR KURT

Se a descrição acima aplica-se direitinho ao seu automóvel, trate de mandá-lo ao lava-rápido mais próximo. Um estudo da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), em Minas Gerais, mostrou que essa imundície toda é capaz de disparar uma baita crise alérgica nos passageiros mais suscetíveis. No levantamento, liderado pelo imunologista Ernesto Taketomi, 60 veículos particulares tiveram amostras coletadas e, pasme, mais da metade continha quantidades acima do admissível de substâncias nocivas ao sistema respiratório. Entre os principais achados estavam os pêlos de cães ou gatos que sobram nos assentos e no carpete. Eles contêm uma espécie de proteína alergênica que dispara a pronta reação do sistema imunológico. Em pessoas sensíveis, essa resposta é exagerada. E aí, para combater os invasores, as defesas liberam a imunoglobina E, chamada de IgE, que desencadeia de rinite e conjuntivite até uma crise de asma.

E mesmo quem não convive com bichos está sujeito ao problema. Basta rodar com alguém que tenha animais em casa e os pêlos vão de carona. O efeito é exatamente o mesmo, explica Ernesto Taketomi. Mas não é só a pelagem de pets que provoca espirros durante o passeio. Os ácaros aracnídeos invisíveis a olho nu também são agentes alergênicos que, transportados pelas roupas e até pelos cabelos, se proliferam dentro do automóvel. Pior: eles se alimentam de escamas da pele humana que se acumulam por lá. Ou seja, além de moradia, seu carro é um belo restaurante para esses seres microscópicos. Pensa que a lista de malfeitores acabou? Pois tem mais. Os fungos, atraídos pela umidade provocada pelo ar-condicionado, também se sentem pra lá de confortáveis no interior do veículo. Além de causarem alergias por si sós, eles servem de alimento para os ácaros. Ou seja, onde há um deles muito provavelmente a gente encontra outro, completa Fábio Morato Castro, imunologista da Universidade de São Paulo.

A poluição de ruas, estradas e avenidas pode dar aquele empurrãozinho na direção de uma crise. E ela fica impregnada no automóvel inteiro, até mesmo na lataria. Por isso, os alérgicos não devem fazer a lavagem pessoalmente, já que o desprendimento dessa fuligem costuma ir sem escala para o nariz.



dieta dos pontos


sinta seu coração


receitas saudáveis





Rede MdeMulher
Publicidade