medicina

Chá branco: a melhor bebida

O mais nobre dos chás...
É a mesma planta que dá origem ao chá verde. Raro, especial e caríssimo. Conheça as propriedades terapêuticas dele.
Por Anderson Moço | Fotos Dercílio

No Brasil só agora ele está se tornando conhecido. Já na China e no Japão o chá branco há muito ganhou status de estrela das bebidas nacionais, um verdadeiro requinte. Durante séculos, apenas os imperadores do Oriente tinham o privilégio de degustar a infusão feita como melhor da Camellia sinensis árvore que dá origem a todos os legítimos chás. O chá branco é composto do miolo e da ponta das folhas mais jovens e só delas, colhidas uma única vez ao ano, precisamente entre abril e maio.

O sabor é leve e adocicado o oposto do amargo chá verde, seu primo-irmão. Logo após a colheita as folhas são levadas para uma fermentação brevíssima antes de passar pela secagem, o que explica a intensidade do aroma, diz Carla Saueressig, representante no Brasil da rede alemã de lojas de chá Tee Gschwendner, uma das mais respeitadas no mundo. Já o chá verde passa pela secagem imediatamente após a colheita. Por isso ele tem um gosto mais amargo e áspero, completa. Os cuidados com a produção, bem como a raridade, justificam o preço pode custar até 50 vezes mais do que a infusão verde.

Ambas as variedades contêm as mesmas substâncias benéficas. A grande diferença é que o branco apresenta uma concentração até dez vezes maior dos fitoquímicos que combatem e previnem doenças, conta Sylvana Braga, reumatologista do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo. Entre as moléculas terapêuticas encontradas destacam-se os bioflavonóides e as catequinas, potentes antioxidantes que afastam os radicais livres, culpados em grande parte pelos danos às células e, conseqüentemente, pelo envelhecimento.

 As catequinas também têm o mérito de regular o sistema de defesa, explica a farmacêutica Camila Figueiredo, da Universidade Federal da Bahia. Elas estimulam a produção de citocinas, substâncias que avisam o corpo de que há uma ameaça em curso, e de células NK, sigla para natural killers, que, como o próprio nome em inglês sugere, são responsáveis por aniquilar os invasores. E os benefícios do chá branco não param por aí.

Um estudo com animais de laboratório realizado nos Estados Unidos pelo Instituto Linus Pauling, ligado à Universidadede Oregon, mostra que as substâncias do chá branco previnem o surgimento de alguns tipos de câncer, principalmente os que afetam o sistema digestivo. O mesmo trabalho indica ainda que o chá branco pode melhorar a densidade óssea e assim evitar a osteoporose , além de afastar os riscos de formação das dolorosas pedras nos rins.

Os americanos ficaram tão impressionados com os resultados da pesquisa que chegaram mesmo a comparar os efeitos da infusão aos de uma classe de remédios conhecida como antiinflamatórios não-esteróides, como o ácido acetilsalicílico e o paracetamol, que ajudam a diminuir as inflamações e aliviar as dores. Surpreendentemente, o chá apresentou uma ação similar à dessas drogas. O mais curioso: quando era engolido junto com esses remédios, parecia potencializar seus efeitos.

Os pesquisadores americanos sugerem três xícaras diárias da bebida para, entre outros benefícios, diminuir as chances de um ataque cardíaco em 11%. A reportagemda SAÚDE! não deixou de estranhar a recomendação que, afinal, é a mesma do chá verde. Se o chá branco é tão mais poderoso, em tese o organismo poderia se contentar com menos. Mas os estudiosos alegam que as experiências foram realizadas com essa dosagem e não se sentem seguros para prometer vantagens com um consumo menor.

O fato é que, hoje, até alguns médicos já indicam a infusão a seus pacientes. A procura é tanta que, em São Paulo, por exemplo, a lista de espera para quem quer comprar o chá branco chega a ser de mais de dois meses. Algumas farmácias já estão manipulando em cápsulas a versão em pó. Mas, por ser rico em cafeína, hipertensos e grávidas devem evitar consumi-lo, avisa a reumatologista Sylvana Braga.

De onde vem o chá branco?
Todo chá branco é nobre. Mas uma de suas variedades é ainda mais. Trata-se do bai hao yinzhen, nome que, numa tradução literal do chinês para o português, significa agulha prateada com fios brancos, em razão do aspecto de suas folhas. Ele é produzido na província chinesa de Fujian. A colheita ocorre durante apenas dois dias do ano e a produção total não chega a 200 quilos nessas 48 horas. De tão especial e admirado pelos maiores gastrônomos do mundo, o bai hao yinzhen alcança preços tão altos quanto os das também raríssimas trufas brancas.

Os benefícios do chá branco

Aliado da dieta
Estudos mostram que o chá branco pode dar uma mãozinha para quem quer perder peso. "A cafeína e outras substâncias presentes na infusão alteram o funcionamento do metabolismo, aumentando a queima de calorias em cerca de 7%", explica a reumatologista Sylvana Braga, do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo.

Vitaminas e minerais
A versão em pó da bebida contém boas doses de nutrientes fundamentais para o organismo, como o ácido fólico, o potássio, o manganês e as vitaminas K,C, B1 e B2. Já na infusão, a quantidade dessas substâncias do bem cai bastante.

Contra as bactérias
O chá branco ajuda a dar cabo em organismo oportunistas, como os causadores da pneumonia e da cárie. Uma pesquisa americana feita na Universidade Pace mostrou que os responsáveis por essa ação são os polifenóis presentes na bebida.

Coração blindado
O tanino, uma das moléculas mais abundantes na infusão, diminui as taxas de LDL, o colesterol ruim, um dos culpados por problemas cardíacos como a aterosclerose e o enfarto.

Como preparar
Assim que a água começar a borbulhar desligue o fogo. Espere três minutos e coloque as folhas. Deixe tampado por mais cinco minutos e beba logo após o preparo, pois o ar destrói parte dos componentes ativos.

O jeito certo de consumi-lo
Você deve ingerir, pelo menos, três xícaras ao longo do dia. Por ser adocicado e leve não é preciso adoçar. O açúcar além de alterar o sabor da bebida, pode roubar alguns dos seus efeitos medicinais. O chá branco é rico em cafeína, então evite consumi-lo depois das 18h para que ele não atrapalhe o sono.

Variantes do verdadeiro chá
A Camellia sinensis dá origem a vários tipos de chá. Qual você prefere?

  • #

    CHÁ PRETO

    É mais forte e mais encorpado por ser 100% fermentado. É feita com folhas de menor qualidade. Isso somado à fermentação mais longa justifica a menor presença de compostos benéficos.

  • #

    CHÁ VERMELHO

    As folhas são submetidas a uma fermentação especial. Por isso ganham uma cor de terra avermelhada, o que justifica o nome.

  • #

    CHÁ OOLONG

    É considerado um chá semifermentado, o que garante um sabor intermediário entre o verde e o preto.

  • #

    CHÁ VERDE

    Nele aproveitam-se todas as folhas da planta, que são secas logo após a colheita para não fermentarem. Tem um sabor um pouco amargo e áspero.

  • #

    CHÁ BRANCO

    Feito apenas do miolo e da ponta das folhas mais jovens, seu sabor é leve e adocicado. As folhas passam por um rápido processo de fermentação antes de serem secas.



dieta dos pontos


sinta seu coração


receitas saudáveis





Rede MdeMulher
Publicidade