medicina

Plantas que dão energia e fortalecem o corpo

Plantas para enfrentar o estresse
Elas fortalecem suas defesas, melhoram o funcionamento do cérebro e ainda acabam com o cansaço.
por Anderson Moço | design Giovanni Tinti | ilustrações Nelson Provazi

Imagine-se dias antes daquela reunião de trabalho tomando uma fórmula à base de plantas para controlar o nervosismo, raciocinar com clareza e expor suas idéias com desenvoltura. Em tese isso até é possível. E, fique bem claro, ninguém está defendendo beberagens com promessas milagrosas nem mezinhas da vovó. A idéia é lhe apresentar um grupo de plantas cada vez mais investigadas — as espécies adaptógenas.

Esse adjetivo não é à toa. Elas são rotuladas assim pelos cientistas porque têm a capacidade de adaptar o organismo a situações, digamos, não muito fáceis — e você, na certa, sabe que o dia-a-dia está recheado delas. "Como essas plantas atuam na resposta do corpo ao estresse, acabam estimulando o sistema imune contra as infecções e ainda melhoram o raciocínio e a memória", resume o biomédico Fúlvio Rieli Mendes, da Universidade Federal de São Paulo, a Unifesp.

 A lista das adaptógenas é enorme. No Brasil, afirmam os pesquisadores, há mais de 40 espécies com esse efeito, tais como catuaba, carqueja, erva-desanta- maria, damiana e erva-mate, só para citar algumas. Isso sem falar em frutos 100% nacionais que também são ricos em compostos adaptógenos, como o cacau, o açaí, o guaraná, o buriti e o jatobá.

A planta antiestresse mais famosa de todas, porém, é a Panax ginseng, que não é nativa daqui. Ela veio da Coréia e é um dos fitoterápicos maisconsumidos no planeta — um planeta, por sua vez, cada vez mais estressante, onde imperam as pressões e não faltam más notícias. SAÚDE!, porém, traz uma boa nova: algumas das adaptógenas tipicamente brasileiras não fi cam nada a dever à celebridade coreana.



dieta dos pontos


sinta seu coração


receitas saudáveis





Rede MdeMulher
Publicidade