bichos

Iguana de estimação

Este réptil com cara de poucos amigos e perfeitamente domesticável e se torna cada vez mais popular entre os fãs de bichos exóticos.

É claro que o iguana jamais será um companheiro na acepção da palavra, como um cão ou um gato. Mas tampouco espere que ele tenha um comportamento agressivo, apesar da aparência jurássica. A não ser que se sinta ameaçado. "Aí pode até usar a cauda como um chicote, além de arranhar e morder", alerta a bióloga Paola Antoniassi, da clínica Pet Center Marginal, em São Paulo. A reação intempestiva virá se o bicho for manuseado de forma brusca. Crianças, portanto, não combinam com essas criaturas primitivas.

Importante: o réptil deve ser adquirido de um criadouro autorizado pelo Ibama.O órgão exige que ele venha com um microship cujo número de registro deve coincidir com o que consta em sua nota fiscal. Em relação às doenças que os animais transmitem para o homem, o maior risco, no caso, é a salmonelose, infecção por bactéria que provoca diarréia e vômitos. "Para prevenir o transtorno, mantenha o terrário limpo, lave as mãos depois de tocar no bicho e leve-o ao veterinário para livrá-lo de desnutrição, pneumonia, problemas de pele e estômago", recomenda o especialista Roberto Fecchio, do Hospital Veterinário Sena Madureira, em São Paulo.

Tudo de que um iguana precisa é um terrário com um bom sistema de aquecimento. "Isso é importante para seu metabolismo funcionar direito", justifica o veterinário Rodrigo Teixeira, do ParqueZoológico de Sorocaba, no interior paulista. "Já a luz ultravioleta ajuda a fixar a vitamina D." A umidade ideal deve estar entre 70% e 80%. Para controlá-la, compre um medidor. Se o dispositivo acusar que a umidade está abaixo do recomendável, borrife água no ambiente. Quanto ao cardápio do réptil, é variado e pouco convencional.

"Insetos como tenébrio, grilo, barata e até filhotes recém nascidos de rato devem ser oferecidos duas vezes por semana, em dias alternados", recomenda Teixeira. Haja estômago! "Mas o iguana também pode se deleitar com uma ração específica, complementada com frutas, verduras, legumes, ovo ou carne, em dias alternados", acrescenta Paola Antoniassi, para tranqüilidade geral. Ah, ele gosta de rosas, mas nada de colhê-las no jardim. Só lhe dê para comer aquelas que são vendidas em lojas especializadas. Vale o mesmo para os insetos.

 

Ficha

Nome científico: Iguana iguana

Nomes populares: Iguana, iguana-verde, camaleão, sinimbu

Origem: América do Sul. Vive em regiões variadas, desde as tropicais até as desérticas. É muito comum no México

Tamanho: Pode chegar aos 2,50 metros, mas no Brasil não costuma ultrapassar 1,80

Coloração: Varia de verde-limão até marrom-acinzentado

Expectativa de vida: 15 anos

 



dieta dos pontos


sinta seu coração


receitas saudáveis





Rede MdeMulher
Publicidade