saudeLOGO Created with Sketch.

Como engordar de maneira saudável?

Estar muito abaixo do peso pode ser tão prejudicial quanto a obesidade. Mas, até nesse caso, os excessos e o desequilíbrio no cardápio são contraindicados

Em meio às propagandas das dietas da moda, quase não se fala sobre quem luta contra a balança para… engordar. É o caso da mãe da leitora Luciana Gomes Vera. Ela também acompanha a SAÚDE e pediu para investigarmos o problema, que pode comprometer os ossos, os músculos, a produção de hormônios, a memória e diversos outros aspectos da saúde.

De acordo com a nutróloga Letícia Fontes, membro da Associação Brasileira de Nutrologia (Abran), em São Paulo, as causas mais comuns da magreza excessiva são doenças relacionadas à perda de apetite ou ao metabolismo, como a depressão e o hipertireoidismo, respectivamente. Isso, é claro, sem mencionar distúrbios alimentares e outras condições cujo tratamento abala a fome e acelera a degeneração muscular — câncer e aids, por exemplo.

“É essencial identificar e controlar a causa de base para que tentativas de ganhar peso não tragam resultados apenas temporários”, destaca Letícia. “O principal recurso para esses pacientes é uma dieta hipercalórica, elaborada de maneira individualizada por um nutricionista”, completa a médica. Suplementos podem ser utilizados, desde que com acompanhamento profissional.

Geralmente, o cardápio dessa turma é protagonizado por proteínas e gorduras boas, vindas da carne, dos peixes, do abacate… “Essa dupla de nutrientes contribui para o crescimento dos músculos e dá mais disposição no dia a dia”, explica Letícia. Agora, carboidratos, vitaminas e minerais também precisam frequentar o prato, ok?

A quantidade de calorias diárias varia. No entanto, não chega a ser tão diferente da recomendada para aqueles que só desejam manter o peso: entre 25 e 30 por quilo corporal. Segundo essa conta, um sujeito com 65 quilos deveria ingerir de 1 625 a 1 950 calorias. A título de comparação, o indicado para um indivíduo em forma fica entre 23 a 25 calorias por quilo. Mas isso varia muito dependendo inclusive do estilo de vida de cada um.

Newsletter Conteúdo exclusivo para você
E-mail inválido warning
doneCadastro realizado com sucesso!
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s