saudeLOGO Created with Sketch.

Glaucoma – proteja seus olhos dessa doença

Glaucoma é a principal causa de cegueira no mundo. Saiba como detectar o glaucoma e fuja dos riscos da doença

Cuidado: o glaucoma tende a não apresentar sintomas
Foto: Dreamstime

Quem já passou dos 40 anos deve fazer exames oftalmológicos todo ano, mesmo quando aparentemente não possui nenhum distúrbio visual, pois a partir dessa idade o risco de a pressão interna do olho ultrapassar a linha de segurança – doença chamada de glaucoma – é maior. “Como esse distúrbio tende a não apresentar sintomas, a pessoa só se dá conta dele ao perder parte da visão”, alerta o oftalmologista Rubens Belfort Jr., da Universidade Federal de São Paulo.

O mal se torna perceptível ao atingir níveis alarmantes. Aí aparecem fortes dores de cabeça, vermelhidão e incômodo nos olhos. A pressão alta vai destruindo células nervosas da retina. Resultado: o indivíduo passa a enxergar direito só o que está à sua frente, percebendo apenas borrões ao redor. O exame de pressão ocular periódico impede que se chegue a esse estágio.

Diante do glaucoma será preciso iniciar um tratamento imediatamente para evitar lesões irreversíveis no nervo óptico. O mais comum, no início, é optar pelo uso de colírios que controlam a produção e a drenagem do humor aquoso. A cirurgia é apenas o último recurso. Somente o oftalmologista pode avaliar cada paciente e sugerir o método mais adequado.

Por que a pressão sobe

 
Dentro do olho há um líquido transparente, chamado de humor aquoso, que banha e alimenta todas as estruturas do órgão. Ele é eliminado por uma espécie de ralo, o canal de Schlemm.

Quando esse tubo fica entupido, o líquido se acumula no olho. Isso provoca o aumento da sua pressão interna, o que comprime os vasos sangüíneos. Resultado: danos no nervo óptico e nas células da retina, ocasionando até a perda da visão.

Resultado na ponta da córnea

 
Para descobrir se a pressão ocular está alta demais, o oftalmologista encosta uma espécie de pêndulo – o tonômetro – nessa lente ocular.

Se o pêndulo move a córnea milimetricamente para trás, o olho está sadio. Caso ela não se mexa, algo vai mal. Mas a certeza é dada em números: se o índice encontrado estiver acima de 20 milímetros de mercúrio, a saúde dos olhos corre perigo.

Mais atenção nos olhos

 
Estão mais suscetíveis a desenvolver a doença os indivíduos da raça negra, pessoas com histórico de glaucoma na família e os diabéticos. Para essa turma o exame de pressão ocular é ainda mais importante. Se detectado cedo e tratado logo, o glaucoma é controlável. E assim evita-se a perda da visão.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s