saudeLOGO Created with Sketch.

Frutas cítricas para perder peso

Limão, tangerina, grapefruit e companhia ajudam a diminuir a circunferência abdominal graças a uma substância especial

Azedou para a gordura corporal! Além da poderosa ação antioxidante da vitamina C, as frutas cítricas são fontes de sinefrina, um termogênico natural. Não à toa, a substância figura entre os principais componentes de diversos suplementos que prometem acelerar o metabolismo.

Leia mais: Frutas contra a impotência sexual

Encontrada principalmente na casca da laranja-amarga, a sinefrina potencializa a quebra das moléculas de gordura para produzir energia. “Só não vale achar que isso substitui a prática regular de atividade física ou os demais cuidados relacionados à alimentação”, ressalta a nutricionista Gabriela Zugliani, de São Paulo.

Leia mais: Comer frutas diariamente protege o coração

Outro alerta importante tem a ver com a quantidade ingerida. Como a sinefrina age no cérebro, em excesso pode aumentar a pressão arterial, sobrecarregar o coração e causar dor de cabeça. No entanto, esses efeitos estão praticamente restritos às pílulas, que carregam altas doses da substância. “A suplementação requer o acompanhamento de um profissional, que vai avaliar a condição e as necessidades de cada pessoa”, completa Gabriela.

Leia mais: Quais frutas se destacam no combate ao câncer?

Para usufruir de tal benefício sem colocar a saúde em jogo, a nutricionista aconselha que o consumo das frutas cítricas seja distribuído ao longo do dia, em até duas das cinco porções recomendadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Nada de deixar maçã, banana e companhia de lado, hein?

Suco de laranja engorda?

Outra boa notícia: segundo um artigo brasileiro, assinado por pesquisadores da Universidade Estadual Paulista (Unesp), o suco de laranja convencional, comumente preterido entre quem deseja perder peso por ser um tanto quanto carregado de açúcar, não engorda.

Depois de dividir em dois grupos 78 pessoas que estavam em uma dieta de restrição calórica e observá-las por 12 semanas, os experts não registraram diferenças relevantes entre a turma que excluiu a bebida em questão e a que tomou 500 mililitros dela todos os dias — metade no almoço e metade no jantar. E mais: esses goles não aumentaram a glicemia dos voluntários. De quebra, o suco promoveu melhoras na sensibilidade à insulina e na qualidade nutricional do cardápio como um todo.

Não é que dá para abusar dessa bebida. Mas, certamente, ela pode fazer parte de uma rotina balanceada e — por que não? — emagrecedora.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s